6 hábitos que são combustíveis para a inovação

Inovar é crucial e é a chave para o sucesso em um ambiente de trabalho. Mas, ser inovador não é tão fácil quanto se parece. Os desafios podem ser muitos, o esforço também: não é todo dia que com acordamos com uma ideia diferente, promissora e sagaz.

Pode parecer contraditório, mas inovação não acontece naturalmente, como num passe de mágica.

Ao contrário, requer esforço contínuo, persistência, ensaio e erro, treino e prática. Não vale desistir facilmente, é preciso ter força de vontade e dedicação diária. Ficou interessado? Prossiga com a leitura e conheça alguns hábitos que poderão aflorar a criatividade, dar um up na monotonia da rotina e ser um verdadeiro chamariz de boas ideias!

1. Siga um cronograma

Muitos podem ficar surpresos, mas inovação está intimamente ligada à organização. Quer se inovador e criar um ambiente propício para o surgimento de novas ideias e projetos? Estabeleça compromissos, datas e prazos. Organize-se e cumpra as tarefas e propostas previstas — faça um cronograma, siga uma agenda, passo a passo, etapas após etapa. Estabeleça um começo e um fim. A disciplina é essencial para a produtividade e a criatividade, por mais incrível que isso pareça.

2. De olho nas metas

Poucas coisas são mais desestimulantes do que uma meta irreal. Por isso, tenha atenção e cuidado na hora de estabelecer seus objetivos. Seja parcimonioso, razoável: a meta é alcançável? Qual é o grau de dificuldade? Em quanto tempo pode-se obter êxito? Não tenha medo de desafios, mas não se envolva em batalhas impossíveis, isso poderá desanimá-lo.

3. Ouça e converse

Não existe melhor combustível para boas ideias do que um diálogo! Uma conversa interessante pode inspirar, trazer novas perspectivas, visões e pontos de vista. Interaja e bata papo com os colegas de trabalho (do seu setor ou até de setores diferentes), com a família, os amigos íntimos ou companheiros da faculdade. Escute o que os outros têm a dizer, participe do diálogo. A centelha para a inovação pode surgir até mesmo na mesa do bar. Fique atento e não dê bobeira!

4. Inspire-se, pesquise

Expandir conhecimentos e horizontes pode fazer toda a diferença. Esteja aberto ao conhecimento. Observe as coisas ao seu redor, matricule-se em cursos — mesmo que estejam ligados a um hobby ou assunto sobre o qual você não conhece muito. Vá a palestras, leia livros, passe o olho no jornal e fique atento ao noticiário. Veja filmes, documentários e vá a peças de teatro. A informação e as referências são grandes aliadas do processo de inovação. Seja curioso e não feche portas. O resultado pode ser surpreendente.

5. Questione

Eis um hábito saudável de todo cientista (isso mesmo!) ou pessoa inovadora: faça perguntas! Por que as coisas são de um jeito e não do outro? Como solucionar ou problema ou contornar um desafio? Tudo isso é fundamental para uma mente criativa e pode ser o combustível para novas ideias e perspectivas.

6. Não tenha medo de errar

A possibilidade de fracassar pode, muitas vezes, impedir que a gente comece qualquer projeto. Para inovar, é importante deixar esse medo de lado. Várias tentativas, acertos e erros, falhas e consertos, tudo isso faz parte da rotina da mente criativa. Muito raramente as boas ideias saem do forno prontinhas e perfeitas! Tenha isso em vista e não desista facilmente.

E então, o que achou das dicas? Acha que consegue adotar algumas dessas estratégias? Escreva pra gente nos comentários, conte-nos quais dos seus hábitos são verdadeiros combustíveis para inovação.

Nós da Descola acreditamos no poder da inovação para impulsionar pessoas e empresas. Conheça nossos cursos sobre negócios e criatividade, feitos para expandir seu horizonte e ajudá-lo a inovar.

Acompanhe nossa página e nos vemos em breve!

Comentar