O ano de 2017 na Descola

Como todo discurso de final de ano, a gente sempre começa dizendo que o ano que passou foi recheado de alegrias, desafios, surpresas e muita força para chegarmos até aqui.

É clichê, mas não tem como dizer diferente quando o assunto é o ano de 2017 aqui na Descola. Nesses últimos 365 dias, trouxemos 12 novos temas para nossos cursos e mais de 13 mil novos alunos transformaram suas curiosidades em habilidades. Foram mais de 200 mil visualizações de vídeo só nesse ano, o que representa mais de 10,5 mil horas de vídeo assistidas.

Mas confessamos: deu medo.

Tivemos um ano de 2016 incrível. Consolidamos nosso modelo de negócio e evoluímos muito o processo de construção de conteúdos. 2017 então, começou com grandes desafios: encontrar novos professores, criar novos conteúdos, melhorar a experiência dos usuários com os cursos e também dos professores durante toda a jornada na Descola. Sem contar a responsabilidade de fazer tudo isso com a profundidade e a relevância que o mercado de educação precisa. Deu medo.

Encaramos esse desafio com um time pequeno em tamanho, mas gigante em capacidade e vontade. Contamos com professores incríveis, uma rede fantástica e o peito aberto às dificuldades que iriam surgir durante o caminho. Foi árduo, foi difícil, foi cansativo, foi doloroso. Mas também foi incrível, foi intenso, foi rico, foi recompensador.

Lançamos 12 novos cursos e temos mais 7 em produção. Alcançamos os 26 mil alunos, dobramos de tamanho em faturamento, deixamos a plataforma mais amigável, vendemos para grandes empresas, criamos um acesso exclusivo para professores e recebemos centenas de feedbacks importantes para melhorarmos ainda mais nosso processo. Crescemos com a relevância e profundidade que sempre buscamos.

Mas, dentre todas as coisas desse ano, refletimos principalmente sobre duas delas.

A primeira é sobre fazer diferença na vida das pessoas. Que alegria é receber mensagens dos alunos falando como o conteúdo dos cursos ajudou em suas vidas. Como eles puderam aplicar ferramentas no seu dia-a-dia. Como isso mudou a forma de pensar e de se expressar, ou até mesmo como os conteúdos serviram como uma entrada para conhecimentos mais profundos.

A segunda é um pouco mais egoísta. Explicamos: quando a gente começou a Descola, queríamos, no fundo, aprender coisas novas de um jeito fácil e prático. Entender sobre assuntos que a gente tivesse vontade e tesão. E para criar essa jornada para os alunos, a gente teve que mergulhar fundo em todos esses temas. Gerações, Mídias sociais, Bitcoin, Blockchain, Pesquisa, Negociação, Carreiras, entre tantos outros. Foram muitas horas com professores, entendendo, modelando, mudando e criando conteúdos profundos pros nossos alunos. Que baita aprendizado estar com tanta gente boa e podendo absorver um pouco mais desses conteúdos. No final – e no começo -, era tudo isso que a gente mais queria.

Então só podemos agradecer a todos que fizeram parte de tudo isso. A atenção dos alunos, a paciência dos professores, a dedicação do time, o apoio dos parceiros e da rede. Que ano fantástico.

O sentimento é de que 2018 vai ser ainda mais incrível. Tantos cursos legais saindo, o time crescendo e a gente cada vez mais relevante. Dá medo. Sempre vai dar. Mas é desse medo que a gente constrói grandes coisas. É desse medo que a gente gosta.

Um abraço, e até 2018! ♥

Comentar