6 dicas para melhorar sua influência no trabalho

Provavelmente você já deve ter se feito essa pergunta: como posso ser mais influente no meu trabalho? Ou ainda: como me tornar uma pessoa que os colegas procuram quando precisam de um conselho?

Para ser um profissional efetivo nas organizações de hoje, você precisa influenciar as pessoas, muito mais do que ter um cargo legal ou ter feito alguma faculdade ou curso bacana. Dorie Clark, autor do livro “Entrepreneurial You”, defende o valor da influência no ambiente de trabalho. O que ele afirma, e que provavelmente você já sabe, é que pessoas influentes conseguem realizar mais feitos e avançar mais nos projetos pelos quais são responsáveis. E, por consequência, elas têm maior tendência a serem promovidas (e receberem aumentos).

Mas conquistar influência no ambiente de trabalho moderno é bastante complicado. E mais: segundo Nick Morgan, autor do livro “Power Cues”, nunca foi tão difícil se tornar influente, já que as pessoas estão cada vez mais distraídas. Tudo isso devido ao excesso de informações a que elas estão expostas e que têm acesso, na já conhecida era digital.

Então, o que você deve fazer para driblar todas as dificuldades e se tornar influente no mundo profissional? Aqui vão algumas dicas para responder todas essas perguntas:

1. Crie conexões

Num primeiro nível, seus colegas fazem coisas por você – seja apoiar sua ideia ou aprovar seu orçamento  – porque elas gostam de você. Calma, você não precisa ser a pessoa mais legal do mundo (nem forçar algo que não é natural). Só é necessário ter uma boa relação com os colegas. Isso não vai ser traduzido diretamente em influência, é claro, mas com certeza vai fazer com que as pessoas, pelo menos, te ouçam mais.

Então foque nas conexões pessoais e deixe que as pessoas conheçam você, para que todos aqueles comentários ou suposições negativas fiquem de lado.

2. Escute as pessoas

Uma boa parte dos problemas dentro do ambiente de trabalho se dá pela sensação de desrespeito que alguns colaboradores sentem. A melhor forma de fazer com que seus colegas o apoiem e se inspirem em você é fazer com que eles se sintam ouvidos.

Comece dando atenção direta aos amigos. Esqueça, por um momento, que você tem uma to-do list enorme, e seja todo ouvidos para que as pessoas falem sobre o trabalho.

3. Preste atenção a sua linguagem corporal e tom de voz

As pessoas estão constantemente avaliando se devem confiar em alguém ou não, mesmo que isso seja uma atividade inconsciente. Elas se perguntam: “essa pessoa é um amigo ou inimigo?” ou “ela está tentando me prejudicar ou está no mesmo barco que eu?”. Essas questões inconscientes também têm respostas não verbais: a linguagem corporal. Ninguém vai te perguntar se você está do lado de uma pessoa ou não, mas vão buscar a resposta nas conexões pessoais, no convívio e também na linguagem corporal.

Sendo assim, procure sempre inspirar confiança, mantendo uma postura ereta naturalmente e evitando comportamentos que intimidem o colega, como cruzar os braços. Se você vai fazer uma reunião com alguém que ainda não conhece na empresa, tente usar um tom de voz mais baixo, para não parecer arrogante ou mandão, dando espaço para o outro. Baixar um tom também neutraliza qualquer sinal de nervosismo que você possa ter.

4. Desenvolva expertise no seu ramo

Outra forma de melhorar sua influência é ser reconhecido como um expert no seu negócio. Isso não acontece da noite para o dia, mas você pode ir caminhando passo a passo rumo à excelência. Clark, que citamos anteriormente, sugere que devemos passar por um processo de imersão na nossa área específica de atuação. Pode ser participando de conferências, fazendo cursos novos ou procurando estudos mais aprofundados de especialização, mestrado e doutorado, por exemplo. Dessa forma, os colegas percebem que você é uma pessoa atualizada, buscando sempre formas mais novas e melhores de fazer o seu trabalho.

E se eles não perceberem de cara, no dia-a-dia, você pode até escrever um blog sobre o assunto, seja no LinkedIn ou em alguma plataforma específica.

5. Mapeie estratégias de influência

Quando você finalmente começar a ter a influência que deseja, não é hora de parar. Você deve seguir adiante e precisa trabalhar com o que Clark chama de Mapa de Poder, para orientar o seu caminho. Conheça os tomadores de decisão dentro da empresa, mas também percorra os diferentes níveis hierárquicos. Se você não consegue influenciar uma pessoa diretamente, como você pode fazer indiretamente?

6. Entenda o que cada um quer

Por último, uma dica bem simples e direta: leve sempre em consideração as perspectivas e a personalidade de cada pessoa. Descubra o que elas gostam. Conversar sobre isso com elas certamente chama a atenção e ajuda você a ser mais influente. Se você tiver uma ideia que impacte a organização como um todo, procure mostrar como isso mudará a vida de cada um.


Para resumir, algumas dicas finais:

  • Cultive as relações pessoais com seus colegas para influenciá-los de forma positiva;
  • Deixe claro que você valoriza a opinião das outras pessoas;
  • Seja expert no que você faz, seja através de conferências ou assumindo postos de liderança dentro da organização.

Coisas que você deve deixar de fora nessa jornada:

  • Tome cuidado para não forçar relações que não vão acontecer do jeito que você gostaria. Você precisa ser estratégico, não manipulador;
  • Fale com clareza, e não com sensação e semblante preguiçosos. Isso faz com que as pessoas acreditem que você não crê no que está falando ou que está pouco interessado;
  • Evite usar o pronome “eu” muitas vezes, substituindo por “nós”, quando for cabível. Isso se torna bem fácil quando você fale sobre ideias que são benefício para a empresa como um todo.

 

Este não é um caminho fácil, mas faz uma diferença fundamental em nossas carreiras profissionais. Caso você tenha dificuldade em algum desses pontos, vale a pena investigar a fundo o problema que há por trás disso e estudar formas de pular os obstáculos.

Comentar