Soluções criativas para os desafios do mercado

A fim de gerar soluções inovadoras para os desafios que encontramos nos negócios, buscamos sempre técnicas criativas de geração de ideias que envolvam nossa capacidade de inventar e repensar alternativas. Entre as técnicas mais conhecidas estão o brainstorming, o mindmap e o brainwritting. Mas além dessas, alguns métodos mais completos podem facilitar ainda mais o processo criativo. Um deles é a ferramenta SCAMPER.

A técnica SCAMPER foi criada no século XX por Bob Eberle e tem como objetivo principal guiar grupos de pessoas para um resultado satisfatório de resolução de problemas. O legal do SCAMPER é que mesmo que nenhum dos participantes seja um poço de criatividade, o método auxilia passo a passo para alcançar não somente respostas novas e eficientes, bem como versões diferentes de produtos já existentes.

scamper

Esse método estimula o pensamento criativo sob 7 visões diferentes, do acrônimo:

  • S – Substituir: dentre os materiais que você utiliza no processo de criação do seu produto/serviço, o que pode ser substituído? Pelo que? O processo de substituição de algum material, disposição física, regra, processo, nome ou qualquer coisa que categorize uma nova versão (ou até mesmo um novo artigo) é válido aqui.
  • C – Combinar: quais conceitos poderiam ser combinados a fim de gerar uma nova solução de mercado? Quais benefícios poderiam se unir em um só produto/serviço para atender às demandas dos clientes? Experimente, cruze ideias existentes para criar algo novo.
  • A – Adaptar: por que não aproveitar alguma ideia já aplicada em algum ramo do seu negócio e adaptá-la para outras áreas? Adaptar é como uma reciclagem de soluções funcionais, fazendo-as trabalharem por outra perspectiva. O que dá para “emprestar” de um produto para outro? Aproveite todo o conhecimento disponível!
  • M – Modificar, maximizar, minimizar: através da modificação, é possível obter inúmeras possibilidades de novas versões para o seu produto. Pense naquelas salgadinhos que vendem no mercado: cada vez mais vemos novos sabores de um mesmo produto. Modificando uma característica, por mais simples que seja, facilita muito na hora de lançar novas alternativas baseadas nas existentes.
  • P – Propor novos usos: de que outra maneira seu produto pode ser utilizado de forma satisfatória? Dá pra levar pra outros mercados com outra abordagem? Esse é um dos pontos chave dos negócios inovadores. Pensar outros usos pode fazer com que você reinvente completamente a sua oferta de valor e alcance um público maior.
  • E – Eliminar: eliminar alguma característica também é uma maneira de criar um novo produto. Simplificar o processo pode facilitar o seu negócio e ainda gerar uma solução que se aplique às necessidades de outras pessoas. Reduzir seu produto/serviço às suas funcionalidades básicas pode diminuir o custo de produção e alcançar diferentes poderes aquisitivos.
  • R – Reorganizar: inverter a sequência dos processos de criação pode gerar algo novo para sua empresa. Existe alguma outra ordem para melhorar o produto? Ou para criar um novo? Invente e explore. 🙂

O SCAMPER é bem simples e apresenta resultados bastante palpáveis, dado que ao seguir o norte de cada fase da técnica, é possível para um pequeno grupo gerar infinitas possibilidades de inovação.

Para entender melhor, assista a esse vídeo rápido e completo que exemplifica todos os ângulos do SCAMPER:

A revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios, juntamente com professor do Insper Marcelo Nakagawa, disponibilizou um arquivo com explicações, exemplos e uma folha de rascunho para você exercitar o SCAMPER. Faça o download.

Tente utilizar o SCAMPER para solucionar os desafios de mercado que batem na porta do seu negócio e conta pra gente o que você achou. 🙂

Comentar